FIS
Fundo Individual de Investimento e Seguridade Social (FIS) assegura padrão básico de vida a todos os cidadãos, incluindo saúde, segurança e educação. FIS proporciona zerar pobreza (renda e patrimônio direto básico advindo de dividendos e ações empresariais) , zerar tributação (executivo direto coordena iniciativas empresariais para demandas sociais não atendidas pelo mercado), zerar legislação (judiciário direto aberto com prova de dano, premeditação e perigo para obter indenização, multa e prisão domiciliar) e zerar contratos de trabalho (ações de capital direto intelectual com dividendos mensais substitui salários):

1) Todos os tributos de qualquer natureza devem ser investidos na subscrição de ações empresariais para expandir capacidade produtiva, comprando ativos duráveis mantidos como colateral do investimento, com ações depositadas em Fundos Individuais de Investimento e Seguridade Social de todos cidadãos, que receberão 100% do lucro como dividendos mensais.

2) Todas as organizações e patrimônio público deverão ser incorporados em organizações auto financiadas pela venda de produtos e serviços a valor acessível (custo+20% e/ou subsídio cruzado de produtos/serviços diferenciados), com ações depositadas nos FIS, pagando dividendos mensais de 100% do lucro.

3) Expansão monetária pela subscrição de ações para expandir capacidade produtiva, com ações depositadas nos FIS, equalizando oferta e demanda, mantendo inflação abaixo de 5% e crescimento acima de 10%.

4) Todo o dinheiro de enriquecimento ilícito recuperado deve ser investido na subscrição de ações para expandir capacidade produtiva e ações depositadas nos FIS.

As ações não podem ser negociadas, sendo os FIS fundos vitalícios. Zerado a pobreza, a divida pública é zerada, a tributação é zerada e a corrupção é zerada. Democratiza-se o capital e a renda, garantindo crescimento com demanda agregada sustentável por distribuição de renda.

É sempre necessário distribuir renda para expandir o consumo para comprar o que se produziu com o investimento expandido. Não há dinheiro público para roubar se não há confisco tributário de renda, zerando a corrupção, a tributação e a pobreza.